Ir para o conteúdo

Família na Sociedade Contemporânea

Tela cheia

Grupos de Pesquisa

7 de Novembro de 2014, 13:23 , por Igor Leonardo - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 5084 vezes

O Programa possui nove Grupos de Pesquisa, em pleno funcionamento e produção, inscritos no Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq e certificados pela UCSal:

  1. Família, (auto)biografia e poética – FABEP, liderado pelas Professoras Elaine Rabinovich e Ana Cecília Souza Bastos. Membro participante: Lívia Fialho Costa.

Trata-se de um grupo que pretende inovar do ponto de vista metodológico tendo forte ênfase multidisciplinar devido à composição do próprio grupo e aos temas em pauta. Sua repercussão está sendo primeiramente acadêmica, contando com 27 membros, propondo um olhar renovado sobre as questões que envolvem a família na contemporaneidade.

 

  1. Família em mudança, liderado pelo Prof. Giancarlo Petrini e pelo doutorando Marcelo Couto Dias

As investigações do núcleo visam: (a) identificar políticas sociais e familiares capazes de acelerar processos e dinamismos de desenvolvimento da população considerada; (b) descrever a família como recurso relevante para as pessoas e para a sociedade, como espaço decisivo para a socialização; (c) gerar conhecimentos científicos no campo dos processos de exclusão social e pobreza de famílias em Salvador; (d) subsidiar o trabalho de órgãos governamentais e não governamentais que atuam com famílias na Região Metropolitana de Salvador, indicando os domínios em que são mais importantes os impactos das ações de projetos sociais sobre educação, moradia, emprego, saúde e desenvolvimento da família; (e) favorecer a convergência entre a pesquisa, ensino e cooperação técnica, articulada às ações de assistência e/ou atendimento a famílias; (f) a partir das pesquisas desenvolvidas no grupo, socializar resultados por meio de artigos, livros, comunicações e seminários; (g) capacitar recursos humanos para analisar a realidade da família em mudança e atuar junto a ela.

 

  1. Família e desenvolvimento humano, liderado por Lúcia Moreira e Elaine Rabinovich

O grupo aborda temas relacionados à família e ao desenvolvimento humano, com um enfoque interdisciplinar, envolvendo pesquisadores de várias áreas do conhecimento, especialmente da Psicologia, Direito, Educação, Serviço Social, entre outras. Os pesquisadores têm realizado importantes investigações sobre o envolvimento paterno, as relações familiares e o desenvolvimento humano e familiar.

 

  1. Direitos Humanos, direito à saúde e família, liderado pela Profa. Isabel Lima

O grupo realiza estudos interdisciplinares integrando dimensões dos Direitos Humanos (DH) e construção da paz. Relaciona ao tema “Direitos Humanos e Direito à Saúde”, a dimensão “família”, como tema transversal com conteúdo macro e intrínseco às áreas dos DH, na especificidade do direito à saúde, do direito da criança/adolescente, da proteção ambiental, com ênfase na Justiça Restaurativa e na Educação para a Paz. As políticas sociais relativas aos grupos mais vulneráveis, a construção de sujeitos e a emergência de novos direitos constituem, igualmente, matéria de interesse do grupo, assim como a formação jurídica para a mediação e a justiça restaurativa, com foco na construção da paz.

 

  1. Direitos fundamentais e família, liderado pelo Prof. Edilton Meireles de Oliveira Santos

O grupo tem como meta a investigação teórica interdisciplinar sobre os reflexos dos direitos fundamentais nas relações familiares. Visa subsidiar a compreensão dos determinantes culturais, políticos e propriamente jurídicos que definem a influência da família nas relações jurídicas, bem como o papel da família na eficácia dos direitos humanos.

 

  1. Promoção da Saúde (PRÓ-SAÚDE), liderado pela Profa. Kátia Sá

O núcleo promove pesquisas sobre aspectos relacionados à promoção de saúde, em uma perspectiva interdisciplinar, e inseridas em diversos contextos das sociedades contemporâneas. É constituído por profissionais/técnicos, docentes e discentes de graduação e de pós-graduação, de diversas áreas do conhecimento. Busca compreender, de forma complementar, os fenômenos e determinantes do processo de saúde e adoecimento humano e se propõe a criar hipóteses e a analisar os resultados de estratégias utilizadas para a promoção da saúde, especialmente as que afetam as famílias contemporâneas.

 

       7. Núcleo de estudos sobre Direitos Humanos, liderado pelos Professores Antônio Carlos da Silva (do PPG em Políticas Sociais e Cidadania/UCSal) e pela Professora Vanessa Cavalcanti (do PPG em Família na Sociedade Contemporânea)

Criado para atender uma abordagem interdisciplinar sobre Direitos Humanos, desenvolve atividades de ensino, pesquisa, extensão e mobilidade, contemplando rede de produção e difusão de conhecimento (Programas de Pós-Graduação em Políticas Sociais e Cidadania e em Família na Sociedade Contemporânea). Objetiva compreender o atual estágio da crise estrutural do capital e suas idiossincrasias frente ao paradoxo da Modernidade. Deste modo, considera investigações sobre agendas, instituições e promoção/diálogos sobre Direitos Humanos, políticas públicas e justiça cruzando fronteiras disciplinares e difundindo o pensar para além das estruturas formais. Contribui para o fortalecimento do programa de mobilidade internacional dos Programas de Pós-graduação da UCSal e para a ampliação de intercâmbios universitários a partir do eixo temático escolhido.

 

  1. Ética nas relações jurídicas privadas, liderado pelo Prof. Camilo de Lelis Colani Barbosa

O núcleo tem como foco de estudo o ordenamento jurídico brasileiro, priorizando elementos da ética nas relações sociais. A linha de pesquisa intitulada “Ética e família” investiga a ética nas relações jurídicas privadas e a origem e legitimação social das normas de Direito de Família.

 

  1. Família e conjugalidade, liderado pelo Prof. Rafael Cerqueira Fornasier

O núcleo, criado em 2016, dedica-se ao estudo dos elementos antropológicos e sociais dos vínculos conjugais, assim como suas repercussões no desenvolvimento da pessoa e da sociedade. Também investiga a relação entre afetos e vínculos, sentimentos e amor, assim como estuda questões de Bioética.