Ir para o conteúdo

Graduação

 Voltar a Ciências Hum...
Tela cheia

Direito

30 de Julho de 2014, 17:55 , por Igor Leonardo - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 81943 vezes

 

OBJETIVOS DO CURSO

Os objetivos do curso são sensíveis ao contexto educacional em níveis nacional, regional e local, e acolhem as novas práticas emergentes no campo do conhecimento que, contemporaneamente, vem se produzindo no universo do Direito. Frise-se, ainda, que tais objetivos, abaixo anunciados, também se encontram em congruência com a organização da estrutura curricular do curso, assim como o delineamento do perfil profissional esperado de seu egresso.

 

Objetivo geral

Oferecer uma educação de matiz essencialmente humanística, que promova a solidez técnica do estudo do Direito à luz do paradigma personalista, dedicando-se à construção de uma doutrina voltada à centralidade da pessoa humana e de seus bens fundamentais.

 

Objetivos Específicos

. Desenvolver, no graduando, a capacidade de pensamento crítico, de modo que possa articular o domínio técnico dos instrumentos jurídicos com a habilidade de refletir sobre os fenômenos sociais, interpretando-os e os ressignificando no universo do Direito;

 

. Consagrar a interdisciplinaridade, permitindo o estudo do Direito em uma perspectiva sistemática e prospectiva, em franco diálogo com outras áreas do conhecimento;

 

. Fomentar o protagonismo e a autonomia do estudante, através de formação acadêmica que não se esgote na prática do ensino, mas se espraie nas experiências de pesquisa e extensão universitárias.

 

PERFIL PROFISSIONAL

Este projeto pedagógico almeja oferecer à sociedade civil bacharéis em Direito que se afigurem conscientes da função social do exercício da profissão jurídica à qual se devotarão.

 

Imbuída deste espírito, a estrutura curricular do curso se encontra em conformidade com o projeto político-educacional estabelecido pelas Diretrizes Curriculares Nacionais, as quais, em seu artigo 3º, supõem que a formação de graduandos assegurem um perfil de sólida formação geral, humanística e axiológica, que os habilite a compreender os fenômenos sociojurídicos, através do exercício de atividade intelectual de natureza crítica.

 

Por outro lado, a condição essencialmente humanística de que é gravada a formação idealizada por este projeto pedagógico tem por escopo situar seus egressos como atores sociais preparados para lidar com a dinâmica social que é peculiar das sociedades contemporâneas, tipicamente globalizadas, repletas de demandas que, exorbitando as fronteiras formais do território do país, possuem retumbância de espeque internacional. O egresso, pois, deve estar habilitado a tomar assento nas discussões que gravitam neste cenário, ciente de que as demandas sociais com as quais terá contato são representativas de uma ordem estrutural de largo espectro, articulada que é com a dinâmica internacional.

 

A preocupação com uma formação que suscite, no egresso, a compreensão dos fenômenos político, econômico e social em escala internacional não significa, todavia, o alheamento às questões inerentes à conjuntura local. Aliás, os cenários internacional, nacional e local não são realidades estanques, mas, ao revés, estão visceralmente imbricadas, de sorte que os graduados em Direito, na atualidade, também devem estar sensíveis às contingências de dimensão regional, também neste espaço contribuindo com sua atividade profissional.

 

Sendo a capital mais antiga do país, Salvador permanece a demandar a intervenção de profissionais do Direito que estejam socialmente comprometidos com a concretização dos Direitos Humanos nos mais diversos segmentos. Questões que envolvam violências de bases tradicionais, como as desigualdades étnico-raciais e de gênero, não foram devidamente superadas. Sendo uma cidade bastante antiga, faz-se premente a discussão e o estabelecimento de políticas públicas perenes, as quais satisfaçam a necessidade de desenvolvimento e organização dos espaços sociais, sem ignorar as edificações que se traduzem na memória do povo soteropolitano, assim como o respeito à biodiversidade, que na convivência entre os espaços urbanos e os redutos naturais ainda existentes.

 

O enfrentamento da violência à qual se submetem categorias sociais mais vulneradas e o enfrentamento das questões ambientais na Cidade do Salvador são, pois, exemplos representativos da franca inserção do egresso em Direito, pretendida pela Universidade Católica do Salvador.

 

Nesse contexto, o Curso de Direito da Universidade Católica do Salvador delineia o perfil de seu egresso, de modo a ser a culminância de uma formação humanística, arrimada na capacidade de compreender criticamente os fenômenos sociais, a fim de que possa se inserir no contexto contemporâneo e contribuir para o enfrentamento jurídico das demandas sociais que se apresentem no mercado de trabalho, as quais, em uma sociedade de alta complexidade, como a do momento presente, miscigenam os âmbitos internacional, nacional e local.

 

 Clique aqui e acesse a Matriz Curricular.

 

LOCAL DE FUNCIONAMENTO: Campi Federação e Pituaçu.

 

VAGAS E TURNOS: 840 vagas anuais – Matutino e Noturno.

 

O QUE O CURSO OFERECE: Laboratórios, Núcleo de Prática Jurídica, Projetos de Extensão, Iniciação Científica, Atividades Complementares.

 

TEMPO DE INTEGRALIZAÇÃO: 5 anos ou 10 semestres 

 

COORDENAÇÃO: Prof. Deivid Lorenzo

 

RELAÇÃO DE PROFESSORES DO CURSO DE DIREITO (CAMPI FEDERAÇÃO E PITUAÇU).

 

  1. AGNALDO DIAS VIANA
  2. ALAN ROQUE SOUZA DE ARAUJO
  3. ALEKSANDRO DE MESQUITA BRASILEIRO
  4. ALESSANDRO TIMBÓ NILO
  5. ALEXANDRE DOUGLAS ZAIDAN DE CARVALHO
  6. ALFONS HEINRICH ALTMICKS
  7. ALISSON MEZENES DOS SANTOS
  8. ALOÍSIO GONÇALVES PEREIRA NETO
  9. ANA CONCEIÇÃO BARBUDA SANCHES GUIMARÃES FERRERIRA
  10. ANA CLÁUDIA GUSMÃO CUNHA
  11. ANA THEREZA MEIRELES ARAÚJO
  12. ANDRÉ BONELLI REBOUÇAS
  13. ANDRÉ QUADROS CORTES
  14. ANDRÉ SIGLIANO PARADELA
  15. ANNE FEITOSA DO NASCIMENTO
  16. ANTÔNIO ALCEBÍADES VIEIRA BATISTA DA SILVA
  17. BARBARA CAMARDELLI LOI
  18. BELCORÍGENES DE SOUZA SAMPAIO JUNIOR
  19. BENEDITO DA CONCEIÇÃO DOS ANJOS
  20. BRUNO TEIXEIRA BAHIA
  21. CAIO MATEUS CAIRES RANGEL
  22. CAMILO DE LELIS COLANI
  23. CARLOS ALBERTO JOSÉ BARBOSA COUTINHO
  24. CHRISTIANNE MOREIRA MORAES GURGEL
  25. CLAUDIA MARIA DE AMORIM VIANA
  26. CRISTIANO LÁZARO FIUZA FIGUEIREDO
  27. DEIVID CARVALHO LORENZO
  28. DENISE GERSEN PINTO COELHO
  29. DIRLEY DA CUNHA JÚNIOR
  30. EDILMAR CARDOSO RIBEIRO
  31. EDILTON MEIRELES DE OLIVEIRA SANTOS
  32. EDVETE ANDRADE MATOS
  33. EDWIN CASADIEGO ORTEGA
  34. ELSA DE MATTOS
  35. ÉRICA RIOS DE CARVALHO
  36. EURÍPEDES BRITO CUNHA JUNIOR
  37. FÁBIO MOREIRA RAMIRO
  38. FÁBIO ROQUE DA SILVA ARAÚJO
  39. FAGNER VASNCONCELOS FRAGA
  40. FERNANDA RAVAZZANO LOPES BAQUEIRO
  41. FERANDO MARIO PIRES DALTRO JUNIOR
  42. FLORMAR DOS SANTOS VIANA
  43. GABRIEL KRAYCHETE SOBRINHO
  44. GABRIELA PEREIRA DOS SANTOS
  45. GEORGEOCOHAMA DUCLERC ALMEID ARCHANJO
  46. GERMANA PINHEIRO DE ALMEIDA
  47. GUSTAVO CHAVES FRANÇA
  48. HERON JOSÉ DE SANTANA GORDILHO
  49. HUMBERTO GUSTAVO DRUMMOND DA SILVA TEIXEIRA
  50. ILANA PEDREIR DE CARVALHO
  51. ILTON VIEIRA LEÃO
  52. JADSON CORREIA DE OLIVEIRA
  53. JÉSSICA HIND RIBEIRO COSTA
  54. JOANA REGO SILVA RODRIGUES
  55. JOÃO GLICÉRIO DE OLIVEIRA FILHO
  56. JOELMA FERREIRA SILVA PRIMO PACHECO
  57. JORGE FREIRE PÓVOAS
  58. JOSÉ LUÍS SEPULVEDA FERRIZ
  59. JULIA DE BARROS CARIBÉ
  60. JULIE SARAH LOURAU ALVES DA SILVA
  61. JURANDIR ANTÔNIO SÁ BARRETO JUNIOR
  62. KARINE DA COSTA ROCHA BAPTISTA
  63. KATIA MARIA BRASIL ABUDE
  64. LEONARDO RIBEIRO BACELLAR DA SILVA
  65. LUCAS RIOS FREIRE
  66. LUIS CARLOS SOUZA CUNHA
  67. LUIZ EUGENIO VIEIRA SANTOS
  68. MARCELO FONTANA DE SOUSA
  69. MARCO VALERIO VIANA FREIRE
  70. MARCOS LUIZ ALVES DE MELO
  71. MARCUS VINICIUS ALCANTARA KALIL
  72. MARIA AMÉLIA LIRA DE CARVALHO
  73. MARIA LÚCIA GARCIA ROSAS
  74. MARÍLIA SACRAMENTO
  75. MARÍLIA SANTOS VIANA DE CAMPOS
  76. MIRELLA DE FREITAS SANTOS
  77. MONICA NEVES AGUIAR DA SILVA
  78. MURILO SOUZA ARRUDA
  79. NÁGILA MARIA SALES BRITO
  80. NICIA NOGUEIRA DIOGENES SANTOS DE ABREU
  81. NÍVEA DA SILVA GONÇALVES PEREIRA
  82. PATRÍCIA MARIA GODOI NAJAR
  83. RAFAEL CARRERA FREITAS
  84. RAFAEL MENEZES TRINDADE BARRETTO
  85. RAIMUNDO LUIZ DE ANDRADE
  86. RAUL COELHO BARRETO FILHO
  87. REGINALDA PARANHOS RIBEIRO LEITE DE BRITO
  88. RICARDO RAMOS DE ARAÚJO
  89. RICARDO SIMÕES XAVIER DOS SANTOS
  90. RICARDO SOUZA CRUZ
  91. RITA DE CÁSSIA SIMÕES MOREIRA BONELLI
  92. ROBERTO DE SOUZA MATOS JUNIOR
  93. ROSIVAL OLIVEIRA DE CARVALHO
  94. SERGIO EMÍLIO SCHLANG ALVES
  95. SILVANA MARIA GRISI SARNO
  96. SILVIA CAMPOS FRANÇA COHIM
  97. TAGORE TRAJANO DE ALMEIDA SILVA
  98. TAÍS CARVALHO SILVA
  99. TATIANA LARISSA MENDES SAMPAIO
  100. TEILA ROCHA LINS DE  ALBUQUERQUE
  101. TERESA CRISTINA FERREIRA DE OLIVEIRA
  102. THAIANNA DE SOUZA VALVERDE
  103. THAIS NOVAES CAVALCANTI
  104. THAIZE DE CARVALHO CORREIA
  105. VALERIO HILLESHEIM
  106. VANDER LUIZ PEREIRA COSTA JUNIOR
  107. VANESSA RIBEIRO SIMON CAVALCANTI
  108. VELDA GAMA ALVES TORRES
  109. VITOR HUGO ZIMMER SERGIO