Ir para o conteúdo

Institucional

 Voltar a Notícias
Tela cheia Sugerir um artigo

Alunos da UCSAL apresentam trabalho em evento internacional

6 de Setembro de 2019, 11:39 , por ascom - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 71 vezes

No período de 4 a 6 de setembro acontece na Universidade Federal de Sergipe (UFS), o V Congresso Brasileiro e II Congresso Latinoamericano de Bioética e Direito Animal – Mãe Terra – Direitos da Natureza e dos Animais: Diagnósticos e perspectivas. O evento é promovido pelo Instituto Abolicionista Animal (IAA), e conta com o apoio da OAB/SE, da UFS, da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e da Universidade Catolica do Salvador UCSAL).

O Congresso tem o propósito de discutir os principais motes relativos à teoria animalista, fomentando o aprimoramento do conhecimento do “estado da arte” e a realização de pesquisas interdisciplinares sobre temas que estão ganhando relevância no período recente.

Cerca de 15 alunos da graduação e da pós-graduação em direito irão apresentar trabalhos no evento e participar relatar seus mini cursos. 

A abertura será realizada no dia 4, às 19h, no Salão Nobre da Reitoria da Universidade Federal de Sergipe. A cerimônia contará com a apresentação, às 18h30, da Filarmônica Nossa Senhora da Conceição de Itabaiana Sergipe. A solenidade contará com a participação governador do Estado de Sergipe, Belivaldo Chaga; do prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira; do presidente da OAB/SE, Inácio Krauss; do reitor da UFS, Angelo Roberto Antoniolli, do presidente do IAA, Luciano Rocha Santana; da vice-presidente do IAA, Vânia Tuglio; da presidente da Comissão dos Direitos dos Animais da OAB/SE, Danielle Ferreira, e da coordenadora do evento, Angela Ferreira.

O evento científico acontecerá em três momentos-chave: grupos de trabalho, minicursos e oficinas e apresentação de pôsteres. Com uma programação composta por temas bastante diversificados, o Congresso vai debater assuntos importantes.

Entre as temáticas dos minicursos e grupos de trabalhos estão: “Vulnerabilidade como fundamento para os Direitos Animais”, “Os Médicos dos Animais: escorço histórico, responsabilidade civil e conduta ética no exercício da profissão”, “Economia Política da Relação Humano-Animal”, “Animais e Família: Reflexões Jurídicas”, “Cosmopolíticas e ontologias dos outros: os encontros animais em Abya-Yala”, “A repersonalização do animal não humano entre Cosmopolistismo e Cosmopolitícas”, “Epistemologia do Direito Animal”, “Bem-estar dos jumentos no Nordeste: aspectos históricos, socioculturais, jurídicos e Sanitários”, “Advocacia Abolicionista”, “Diagnóstico e perspectivas dos Direitos dos Animais a partir do Direito Comparado entre Portugal e Brasil: alterações legais e viradas jurisprudenciais”, “A implementação de alimentação escolar sustentável, em unidades escolares públicas, como obrigação legal para a prevenção de doenças, promoção social e observância dos deveres de eficiência e racionalização de recursos públicos financeiro e ambiental pela Administração Pública”, “Cães e gatos em situação de rua: do resgate a adoção responsável”, “Como saber o que os animais querem? Noções de diagnóstico de bem-estar animal”, “Bioética, biodireito e cidadania”, “ Dogmática do Direito Animal”, “Direito da saúde animal”, “Antropologia, Sujeitos e Animalidade”.