Ir para o conteúdo <!-- ClassCommunityPlugin not in a profile -->

Institucional

 Voltar a Ouvidoria
Tela cheia

Ouvidoria

10 de Julho de 2018, 14:53 , por Ana Elisa Rocha - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 598 vezes

Seja bem vindo!

A universidade Católica do Salvador cria este canal de comunicação para toda Comunidade Acadêmica,  funcionários e você!

A Ouvidoria UCSal, é um espaço de participação social e da construção democrática,  permitindo a cooperação ativa de todos que a ela recorrem.

Todos os relatos recebidos na Ouvidoria UCSal terão a obrigatoriedade de serem analisados e respondidos. A demanda será tratada e encaminhada de forma a permitir sua solução.

A sua participação será registrada e fará parte de um conjunto de informações  que organizadas,  farão parte de melhorias da nossa Instituição.

TEL: (71) 3203-8926

Email: ouvidoria@ucsal.br

 

Regimento Geral da UCSAL

 

Compete ao Setor de Ouvidoria

I - Exercer a função de acolhimento das demandas da comunidade interna e externa;

II – Receber, registrar, instruir, analisar e dar tratamento formal e adequado às proposições da comunidade acadêmica sobre os serviços prestados que não forem solucionados pelo atendimento habitual realizado;

III – Prestar os encaminhamentos necessários e dar ciência aos solicitantes acerca do andamento de suas demandas e das providências necessárias;

IV - Identificar problemas no atendimento dos membros da Comunidade Universitária;

V - Propor à Reitoria medidas corretivas ou de aprimoramento de procedimentos e rotinas, em decorrência da análise das demandas;

VI - Sugerir a correção de erros ou omissões e abusos cometidos por atos discricionários ou regulamentos viciados, seguindo o Estatuto, o Regimento Geral da Universidade e demais normas vigentes;

VII - Atuar na solução e prevenção de conflitos;

VIII - Estimular a participação dos membros da Comunidade na fiscalização, melhoria e planejamento da vida acadêmica;

IX - Estimular os setores a explicar e informar aos estudantes, funcionários, professores e comunidade externa, sobre os procedimentos adotados;

X – Prestar os esclarecimentos necessários e dar ciência aos solicitantes acerca do andamento de suas demandas e das providências adotadas;

XI - Favorecer a construção de uma nova cultura solidária e interativa em todo âmbito da Universidade;

XII - Encaminhar os casos apresentados ao setor competente, acompanhando-os à sua apreciação.

Art. 160. O Setor de Ouvidoria terá um Ouvidor com as seguintes competências:

I - Atender e ouvir a todos os membros da Comunidade Universitária e da Comunidade Externa, com cortesia e respeito, afastando-se de qualquer forma de discriminação ou pré- julgamento;

II - Fornecer aos membros da Comunidade, usuários do serviço de Ouvidoria, um rigoroso acompanhamento da demanda, buscando uma resposta por escrito às indagações e questões apresentadas, no menor prazo possível, com clareza e objetividade;

III - Favorecer a integração dos vários Campi da Universidade, estimulando a solidariedade e cooperação mútuas para a consolidação de uma Instituição mais humanística;

IV - Buscar as eventuais causas da deficiência do serviço, objeto da reclamação, e as encaminhar para que o setor competente promova o saneamento, evitando-se, desta forma, a sua repetição;

V - Propor modificações dos procedimentos para melhoria da qualidade, no atendimento aos membros da Comunidade;

VI - Solicitar informações, esclarecimentos e documentação necessária, aos órgãos da Universidade, para subsidiar o atendimento e encaminhamento feito pelo Setor;

VII – Realizar, em caso de justo motivo, a critério do Ouvidor, audiências públicas, preparadas adequadamente, em todos os Campi da Universidade.

Art. 161. O Ouvidor, nomeado por livre escolha e nomeação do Reitor, no desempenho de suas funções deverá:

I - Agir com cordialidade, ética, transparência, discrição, imparcialidade e justiça;

II - Resguardar o sigilo da fonte e das informações;

III - Zelar pelo respeito e aplicabilidade dos princípios da impessoalidade, legalidade e igualdade no desempenho de suas atividades.

Art. 162. O Ouvidor deverá exercer suas funções com independência e autonomia, visando garantir sempre o direito e o respeito à dignidade da pessoa humana.

  • 1º No exercício de sua função, poderá o Ouvidor reportar-se diretamente às Chefias, solicitando-lhes, por escrito, as informações necessárias.
  • 2º O Ouvidor apresentará relatório quantitativo e qualitativo à Reitoria, ao final de cada semestre, sobre a atuação da Ouvidoria, observado o sigilo de que trata o inciso II, O Ouvidor apresentará relatório quantitativo e qualitativo à Reitoria, ao final de cada semestre, sobre a atuação da Ouvidoria, observado o sigilo de que trata o inciso II, do Art. 4º.

§3º Deverão ser mantidas permanentemente atualizadas e divulgadas pelo Ouvidor as informações qualitativas e quantitativas referentes às suas atividades.