Ir para o conteúdo

Institucional

Tela cheia

UCSal - NET

30 de Julho de 2014, 11:03 , por Lais Catarine Souza Braga - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 14775 vezes

A Universidade dispõe de uma rede de comunicação de dados - UCSal-Net - que integra todos os campi e se conecta à Internet numa velocidade de 4 Mbps. Os usuários dos serviços e da infra-estrutura computacionais, inclusive os alunos, podem ter acesso aos computadores conectando-se a esta rede, mediante identificação através de seu número de matrícula e Senha de Rede, de uso pessoal, sigiloso e intransferível, válidos em qualquer ponto da UCSal-Net, observadas as permissões de acesso de cada grupo de usuários.

Informações e Orientações - Utilização dos Recursos Computacionais

Rede UCSal-Net
Acesso aos Recursos de Informática
Alteração da Senha de Rede
Encerramento da Conexão

Acesso à Internet através de rede sem fio (Wireless)

Acesso aos Serviços

LAMIs - Laboratórios de Informática
Norma de Utilização dos LAMIs
Gravação de CD
LINUX

Impressão
Utilização da Sala de Impressão
Cota de Impressão
Impressão de Arquivos de Imagem
Impressão em Formato PDF
Impressão de Informações Acadêmicas ou da Biblioteca

Fique por Dentro
Pirataria
Vírus

Problemas

ACESSO AOS RECURSOS DE INFORMÁTICA

No ambiente computacional da Universidade Católica do Salvador todos os microcomputadores estão conectados à rede de comunicação de dados, UCSal-Net. O aluno somente poderá utilizá-los conectando-se a esta rede mediante identificação por Login e Senha de Rede, válidos em qualquer local de qualquer Campus, independente da Unidade/Campus ao qual o aluno está vinculado. O fornecimento e a manutenção desta identificação obedece às seguintes regras:

• O login ou nome de usuário será sempre o número da matrícula do aluno;
• A Senha de Rede é fornecida no ato da matrícula inicial, através de documento específico;

Nos semestres subsequentes, ao final do período de efetivação de matrícula, serão bloqueadas as Senhas de Rede dos alunos cujas matrículas não tenham sido renovadas. O acesso destes alunos será restabelecido quando da reativação da matrícula;

A identificação do aluno continuará válida enquanto ele estiver regularmente matriculado, expirando o acesso a partir do seu afastamento da Universidade, em caráter temporário ou definitivo;

A cada 60 dias é solicitada a troca da Senha de Rede e a nova senha deverá ser diferente das 6 últimas utilizadas;

Digitando erroneamente a senha de rede 6 vezes consecutivas, o acesso do aluno à UCSal-Net é bloqueado e somente restabelecido após 15 minutos;

Em caso de esquecimento, o aluno deve apresentar um documento de identificação e solicitar uma nova Senha de Rede na Secretaria de seu curso;

Quando não estiver utilizando, o aluno deve desconectar-se da rede (logoff), evitando que terceiros utilizem indevidamente a conexão já estabelecida. Simplesmente sair do sistema ou do software não significa desfazer a conexão.

 

ALTERAÇÃO DE SENHA DE REDE

Para alterar sua Senha de Rede pressione simultaneamente as teclas “Ctrl + Alt + Delete”. Na janela Segurança do Windows, clique no botão “Alterar Senha...” . Na janela “Alterar Senha”, informe a senha atual e a nova senha. Digite novamente a nova senha para confirmá-la.

 

ENCERRAMENTO DA CONEXÃO

Quando não estiver utilizando a rede, desfaça a conexão para evitar que ela seja usada indevidamente por terceiros. Para se desconectar da rede, pressione simultaneamente as teclas “Ctrl + Alt + Delete”. Na janela "Segurança do Windows", clique no botão “Fazer logoff”. Na janela "Fazer logoff de Windows" clique no botão “Fazer logoff”

 

ACESSO AOS SERVIÇOS

O aluno de graduação dispõe de serviços no Portal UCSal, cujo acesso será franqueado a partir da sua Senha de Serviços. Quando do seu primeiro acesso aos serviços, o aluno deverá cadastrar a Senha de Serviços, através da opção “Cadastrar Senha” na janela de autenticação do Canal do Aluno. Para evitar o cadastramento indevido, o usuário deverá responder corretamente às perguntas formuladas pelo sistema. Para cada pergunta o usuário terá até 30 segundos para responder, mas, errando duas questões, o processo será interrompido por motivo de segurança e o aluno precisará se dirigir à Secretaria do curso e apresentar documento de identificação para cadastrar a sua Senha de Serviços.

 

NORMA DE UTILIZAÇÃO DOS LAMIS

Os Laboratórios de Informática (LAMIs) visam atender às necessidades acadêmicas da comunidade, especialmente no que diz respeito à regência de aulas práticas. Além disto, se constituem num espaço para o desenvolvimento de atividades de natureza acadêmica por parte do alunado da UCSal.

Os LAMIs de cada campus estão equipados com hardware e software, cujas especificações são baseadas de acordo com as necessidades dos cursos, as quais são fornecidas pelas Unidades de Ensino.
A norma de funcionamento dos LAMIs é única em todos os campi de graduação.

Veja as normas:
• Graduação
• Pós-Graduação

 

GRAVAÇÃO DE CD

As mídias para gravação podem ser CDR, aceita apenas uma gravação, ou CDRW, aceita diversas gravações. Para guardar ou transportar trabalho ainda não finalizado, o usuário deve optar por mídias regraváveis (CDRW) que, embora mais caras, podem ser usadas diversas vezes.

O usuário deve estar atento para a qualidade da mídia utilizada. Mídias muito baratas podem significar CDs não confiáveis, que podem descascar e provocar a perda dos arquivos.

Ao gravar em mídia CDRW (regravável), o usuário deverá ser cuidadoso quando nomear arquivos e pastas. Caso já exista no CDRW arquivo ou pasta com o mesmo nome ele será substituído pela versão que está sendo gravada.

Na UCSal, a gravação de arquivos em CD, utilizando os recursos disponibilizados, obedecerá às seguintes regras:

        - o próprio aluno executará a gravação e proverá a mídia (CDR - cd gravável / CDRW - cd regravável) necessária para sua realização;
        - para que seja gravado através da unidade de CD o arquivo deverá ter sido previamente salvo/copiado numa das seguintes área de trabalho da rede:

                    • DADOS EM 'PMLAB01'(Q:)\ALUNOS (se na Federação, Lapa ou Garibaldi ), ou
                    • DADOS EM 'PTLAB01'(Q:)\ALUNOS (se em Pituaçu).

Não é responsabilidade dos técnicos em Informática operar ou ensinar o usuário a operar softwares ou hardwares disponibilizados nos LAMIs.

A UCSAL não se responsabiliza por erros de gravação ou danos à mídia ocasionados por imperícia, mídia de má qualidade ou ocorrências inesperadas como, por exemplo, falta de energia, travamento do equipamento ou falha do processo.

Clique aqui para ver orientações de como gravar CDs

 

LINUX

O ambiente Linux se encontra disponível nos computadores dos LAMIs do Campus da Federação. A seguir as informações e orientações para utilização deste sistema operacional na UCSal.

Os computadores terão dois ambientes computacionais, instalados em dual boot: Windows XP Professional e Fedora Core 2 Linux.

Permissões

Os usuários, alunos ou professores, não terão permissões administrativas nem conhecerão a senha do usuário administrador (root) do sistema operacional Linux.

Aplicativos

Desenvolvimento de software GNOME, KDE e X;
Engenharia e Ciência;
Ferramentas de Autoria e Publicação ;
Ferramentas de desenvolvimento tradicionais;
Mozilla - Internet Browser;
MPICH;
OpenOffice - aplicativos de escritório;
Servidor Web Apache com linguagem PHP;
Servidores de Banco de Dados MySQL e PostgreSQL;
SSH.

Login

A conexão em uma estação Linux será feita através dos mesmos login e senha de rede utilizados no Windows.

Troca de senha

Para alterar a senha de rede no Linux abra uma sessão e digite o comando passwd. Informe a senha atual de rede e, em seguida, a nova senha, respeitando as seguintes regras: mínimo de 6 dígitos e não repetir as últimas 6 senhas utilizadas.

Gravação de Arquivos

O ambiente operacional Linux terá um diretório denominado /trabalho, onde os usuários poderão gravar seus trabalhos.

Por se tratar de uma área pública não há garantias para as informações aí gravadas. Além disto, os diretórios individuais dos usuários (/home) serão removidos a cada reinicialização do sistema operacional, então, por medida de segurança,

os usuários deverão gravar seus arquivos também em disquetes ou em CDs.

Foram criados subdiretórios no diretório /trabalho com funções específicas:

DIRETÓRIO
FUNÇÃO
/trabalho  
Área pública, onde os usuários gravarão seus arquivos.
/trabalho/www Diretório raiz do servidor Web da estação, para criação de páginas e aplicações Web.
/trabalho/mysql Área para criação dos arquivos do banco de dados MySQL.
/trabalho/pgsql Área para criação dos arquivos do banco de dados PostGreSQL.
/trabalho/transf Área de transferência entre o Linux e o Windows XP Professional, com capacidade para 500 MB. Equivale ao disco D: do Windows XP Professional.

• Impressão dos Documentos Gerados no Linux

Os documentos gerados no Linux serão impressos na sala de impressão através de computadores com Windows XP Professional aí instalados. Para tanto os usuários devem converter seus documentos para o formato PDF, copiá-los para a área de transferência entre o Linux e o Windows XP Professional, copiá-los para o disco Q:\alunos e imprimi-los.

Áreas de Transferência

Cada estação dispõe de uma partição para transferência de arquivos entre o Windows XP Professional e o Linux. Esta área equivale ao disco D: no ambiente Windows XP Professional e, no ambiente Linux, ao diretório /trabalho/transf. Para gravar em CD ou imprimir na sala de impressão o usuário deverá copiar os arquivos nesta área, em seguida, através do Windows XP Professional, acessá-los e copiá-los para o disco Q:\alunos.

É possível copiar diretamente do Linux para a área Q:\alunos no servidor do LAMI. Para isto, abra um terminal no Linux, execute o comando mapnet dados e, em seguida, digite a sua senha de rede. Á área \Alunos do servidor será mapeada para o diretório /home//dados. Após copiar os arquivos, desfaça a conexão do diretório, executando o comando umapnet dados.

 

UTILIZAÇÃO DA SALA DE IMPRESSÃO

Para imprimir na sala de impressão, utilize disquete ou copie seu trabalho em:

DADOS EM 'PMLAB01'(Q:)\ALUNOS (se na Federação, Lapa ou Garibaldi), ou
DADOS EM 'PTLAB01'(Q:)\ALUNOS (se em Pituaçu).

A área \ALUNOS é temporária e seu conteúdo removido diariamente. Para sua segurança sempre salve seu trabalho em disquete.

Conforme o usuário direcione a impressão de seu trabalho para impressora Jato de Tinta Colorida ou Laser Preto e Branco, um sistema de controle administra as filas de impressão e distribui os trabalhos entre os equipamentos de cada tipo disponíveis.

Cada trabalho impresso é precedido de uma folha de rosto contendo o login (número de matrícula) do usuário, data e hora da impressão;

Para alguns modelos de equipamento o sistema pode considerar uma página adicional;
Nem as folhas de rosto nem as páginas adicionais são contabilizadas na cota de impressão do usuário.

Os computadores da Sala de Impressão não podem ser utilizados para edição/elaboração de trabalhos. Para esta atividade o aluno deve utilizar os computadores disponíveis nos LAMIs.

As impressões especiais (frente-verso ou sobre superfícies diferentes do papel A4 branco) serão disparadas a partir de computador específico e direcionadas para equipamento devidamente identificado e especialmente destinado a este fim, no qual será permitido o manuseio pelo aluno, exclusivamente, para colocação/troca da superfície a ser impressa.

Apenas os Técnicos do LAMI podem operar as impressoras instaladas. A manipulação dos equipamentos de impressão pelos usuários é vetada, sob qualquer hipótese.

Exceto o equipamento destinado às impressões especiais, as demais impressoras instaladas na sala de impressão serão operadas exclusivamente pelos Técnicos do LAMI.

Apenas papel branco tamanho A4 ou A3 e cartuchos de tinta utilizados nos equipamentos da sala de impressão são fornecidos pela UCSal. CDs, disquetes, etc., quando necessários, deverão ser providos pelos próprios usuários.

Os recursos da Sala de Impressão devem ser utilizados apenas para fins acadêmicos.

 

COTA DE IMPRESSÃO

Mensalmente, utilizando os recursos da sala de impressão, cada usuário poderá imprimir até 70 páginas em impressora laser preto e branco, correspondendo a 70 créditos.

Dentro do semestre letivo o sistema de cotas é cumulativo para os alunos dos cursos de graduação. Ao término do período, o saldo residual é zerado.

Para fins de controle do saldo de créditos, as impressões obedecerão as seguintes relações:

PÁGINA / impressora
EQUIVALÊNCIA EM CRÉDITOS
1 página em impressora laser P&B
1 crédito
1 página em impressora jato de tinta colorida
5 créditos
90cmX90cm em plotter
70 créditos

As folhas de rosto e,se houver, as páginas adicionais impressas a cada documento são registradas pelo sistema, mas não são contabilizadas para fins de determinação do saldo do aluno;

Para verificar seu saldo o usuário deverá dar duplo clique no ícone COTA DE IMPRESSÃO, informar seu Login e Senha de Rede. Para ver detalhes da utilização da cota, na tela "Situação da Cota", o usuário deverá clicar no link Relatório - será exibida a tela Situação Conta Usuário. A cada semestre, a consulta ao saldo da cota de impressão somente estará disponível após o usuário imprimir, pelo menos, uma página.

 

IMPRESSÃO DE ARQUIVOS DE IMAGEM

Para imprimir arquivos gerados em Corel Draw, Photoshop ou Pagemaker utilizando os recursos da Sala de Impressão, após salvar a versão final do trabalho, converta o arquivo para o formato PDF utilizando a opção de menu existente no software para esta finalidade:

no Corel Draw, selecione as opções Arquivo / Publicar em PDF...
no Photoshop
, selecione Arquivo / Salvar como /PDF do Photoshop ou,
no Pagemaker, selecione Arquivo / Exportar /Adobe PDF

Após a conversão, salve o arquivo em disquete ou copie-o na área \ALUNOS .

A impressão do arquivo convertido para formato PDF elimina problema de fontes e/ou formatação que podem ser ocasionados por diferenças nas configurações dos computadores onde o trabalho foi editado e impresso.

 

 

IMPRESSÃO DE ARQUIVOS DE IMAGEM

Para imprimir arquivos gerados em Corel Draw, Photoshop ou Pagemaker utilizando os recursos da Sala de Impressão, após salvar a versão final do trabalho, converta o arquivo para o formato PDF utilizando a opção de menu existente no software para esta finalidade:

no Corel Draw, selecione as opções Arquivo / Publicar em PDF...
no Photoshop
, selecione Arquivo / Salvar como /PDF do Photoshop ou,
no Pagemaker, selecione Arquivo / Exportar /Adobe PDF

Após a conversão, salve o arquivo em disquete ou copie-o na área \ALUNOS .

A impressão do arquivo convertido para formato PDF elimina problema de fontes e/ou formatação que podem ser ocasionados por diferenças nas configurações dos computadores onde o trabalho foi editado e impresso.

 

IMPRESSÃO DE INFORMAÇÕES ACADÊMICAS OU DA BIBLIOTECA

Para imprimir as páginas relativas às Informações Acadêmicas do Aluno ou da Biblioteca resultantes de consultas no Canal do Aluno - Portal UCSal, siga as orientações abaixo:

Selecione no seu navegador a opção “Arquivo” / “Configurar Página” para definir a orientação do papel (Retrato ou Paisagem), de acordo com a largura da tela a ser impressa;

Clique na página e escolha uma das opções para impressão:
a) selecione a opção “Arquivo” / “Imprimir...” , ou
b) clique no botão da impressora na barra de ferramentas.

PIRATARIA

De acordo com a Lei de Software (9.609/98), os programas de computador estão incluídos no âmbito dos direitos autorais. Reproduzir, copiar, alugar ou utilizar programas de computador sem a devida autorização do titular dos direitos autorais é crime que sujeita o infrator ao pagamento de indenização de até três mil vezes o valor do programa pirateado e detenção por até 2 anos, além de multas diárias pelo uso ilegal dos programas. A aquisição de um produto não dá ao seu proprietário o direito de instalá-lo indiscriminadamente. A cada licença corresponde uma instalação e o desrespeito a esta determinação configura um ato de pirataria. A pirataria corporativa se caracteriza pela reprodução ilegal de software para uso interno, sem as respectivas licenças de uso. É uma das formas mais comuns de pirataria e todos os que estiverem envolvidos na prática ilícita são processados criminalmente, não importando seu status na empresa. O compartilhamento de programas com amigos e colegas de trabalho também se configura como pirataria - pirataria individual. Este é um tipo de contravenção significativo, especialmente porque os responsáveis não acreditam que possam ser detectados em função do grande volume daqueles que o praticam. Outra forma de pirataria muito significativa acontece através de algumas revendas, que copiam integralmente o software e o vendem a preços reduzidos ou gravam cópias ilegais nos discos rígidos dos computadores, oferecendo-as como uma "gentileza" na compra do equipamento. Há algum tempo a ABES - Associação Brasileira das Empresas de Software ( http://www.abes.org.br/ ) incluir link - vem promovendo ações de busca em todo o país que têm culminado em multas na ordem de milhões de reais, além da associação da imagem do infrator à atividades ilícitas. Os prejuízos da pirataria vão desde a utilização deficiente do software, por falta de manuais, suporte técnico, treinamento adequado e garantia, até a perda de dados por ação de vírus, normalmente presentes nas cópias ilegais. Além destes prejuízos, a cópia ilegal não gera remuneração para que os autores invistam na própria melhoria dos programas. Em caso de dúvida, consulte a ABES - Associação Brasileira das Empresas de Software, ou ligue para o Telepirata 0800 - 110039.

 

VÍRUS

Vírus é um programa desenvolvido para se auto-copiar e/ou alterar arquivos e softwares instalados em um computador. Um vírus sempre objetiva se disseminar o máximo possível até ser descoberto ou deflagrar um evento fatal para o qual foi construído, como por exemplo apagar todo disco rígido. As manifestações dos vírus podem ser as mais diversas como exibir músicas, ruídos, mensagens, figuras e desenhos, alterar ou remover determinados tipos de arquivos, diminuir a performance do sistema, ou corromper a tabela de alocação de arquivos.

Para ativar um vírus, é preciso executar o programa infectado. Neste momento o código do vírus também é executado e tentará infectar outros programas e arquivos no mesmo computador e em outros computadores conectados a ele por rede.

Os vírus se propagam por meio de disquetes e também através de pastas compartilhados, das redes corporativas, de arquivos anexados em mensagens de correio eletrônico e pela Internet. A rede mundial é hoje a principal via de propagação dos vírus pois ela permite que os usuários de computador façam download de programas e arquivos cujas fontes nem sempre são confiáveis.

Todos os arquivos que contém códigos executáveis (.exe, .sys, .dat, .doc, .xls etc.) podem espalhar vírus e podem por eles ser infectados. Alguns vírus infectam códigos executáveis no setor de boot de disquetes ou na área de sistema dos discos rígidos. Outros tipos, conhecidos como "macrovírus", infectam documentos que usam macros, como o Word e o Excel. Arquivos de dados puros como os arquivos gráficos com extensão .bmp, .gif e .jpg, bem como textos em formato .txt estão seguros. Portanto, apenas olhar arquivos de imagens não provocará a infecção do computador.

Em relação ao e-mail, o que existem são vírus escondidos em programas anexados às mensagens. Portanto não se deve ler o conteúdo de arquivos anexados sem antes se certificar de que eles estão livres de vírus. O recomendável é salvá-los em um diretório, passar um programa antivírus atualizado e só então abrir o arquivo. O computador não é infectado pela simples leitura de uma mensagem de correio eletrônico escrita em formato texto (.txt).

O Antivírus

Existem vários programas no mercado, os softwares antivírus, que podem ser usados para evitar a contaminação e também como um antídoto em máquinas já infectadas. Alguns antivírus conseguem reparar os arquivos contaminados, entretanto nem sempre isso é possível e, neste caso, o arquivo infectado deve ser removido. No processo de descontaminação do computador é importante checar todos os disquetes, mesmo aqueles com programas e drives originais a fim de evitar uma re-contaminação futura. Muitas vezes sequer é necessário abrir arquivos ou rodar um programa a partir um disquete contaminado para que o computador seja infectado. Pelo fato de todos os discos e disquetes possuírem uma região de boot (mesmo os não inicializáveis), basta o computador inicializar ou tentar a inicialização com um disquete contaminado para abrir caminho para a disseminação.

O antivírus não é uma garantia de 100% segurança já que a lista de vírus aumenta constantemente. Para garantir maior eficiência o antivírus precisa estar sempre atualizado.

O programa de antivírus instalado no seu computador também pode ser atacado um vírus, portanto tenha sempre à mão um disquete "clean" de boot com a inicialização do seu sistema operacional e um antivírus que possa ser rodado a partir dele.

 

PROBLEMAS COM AS INFORMAÇÕES NO CANAL DO ALUNO

Em caso de dúvidas quanto às informações disponibilizadas através do Canal do Aluno, proceda da seguinte forma:
Dados acadêmicos e/ou cadastrais - imprima a página da informação em referência e procure a Secretaria para esclarecimento ou correção dos dados. Se preferir, reporte a questão através de e-mail no próprio Canal do Aluno - opção “Falar com a Secretaria”;

Dados relativos à Biblioteca - imprima a página em questão e se dirija a uma das Bibliotecas da UCSal. Outra opção é enviar um e-mail através do Canal da Biblioteca.

Problemas técnicos - envie um e-mail através do Canal do Aluno - Apoio Técnico, descrevendo seu problema.

Os e-mails serão respondidos pela área responsável o mais breve possível, através de correio eletrônico ou telefone.

Para saber como imprimir as informações decorrentes de consultas às informações acadêmicas ou de biblioteca, clique aqui.